BIO

Conheça a história da Orquestra Opus e do maestro Leonardo Cunha.

Desde 2006, a Orquestra Opus apresenta o projeto “Orquestrando Brasil” realizando apresentações em mais de 60 cidades de seis estados brasileiros. Em 2007, este projeto resultou na gravação de um CD cujo repertório foi escolhido a partir das músicas de maior identificação do público nas apresentações da orquestra.

A partir do lançamento do CD “Orquestrando Brasil”, a Orquestra Opus foi convidada a apresentar-se fora do país, alcançando projeção internacional. Em 2011, a Opus realizou quatro concertos no Peru – Lima e Cuzco – e também na Europa em 2012, com quatro concertos na Alemanha – Munique,

Potsdam e Berlim – e França – Paris. As apresentações levaram um pouco do trabalho da Orquestra para outros países e culturas, representando com orgulho a beleza e riqueza da cultura brasileira.

Também em 2011, a Opus registrou peças de compositores britânicos em seu segundo CD. Neste álbum, a Orquestra gravou obras tradicionais do repertório camerístico escrito para orquestra de cordas, pelos compositores E. Elgar, G. Holst e B. Britten.

Dentre os artistas convidados que se apresentaram com a Orquestra Opus estão: Fafá de Belém, Milton Nascimento, Flávio Venturini, Cláudio Venturini, Daniela Mercury, Ana Carolina, Nando Reis, Derico Sciotti (saxofonista do Programa do Jô), Dado Villa- Lobos, Maria Gadú, Guilherme Arantes, Sá & Guarabyra, Sandra de Sá, Juarez Moreira, Tunai, Maurinho Berro D´água, Sideral, Leo Jaime, Paulinho Pedra Azul, Ulla Benz (violino/Alemanha), Jasmin Gottstein (flauta/Alemanha), Márcio Carneiro (violoncelo/Suíça), Knut Andreas (maestro/Alemanha), Jan Zalud (violoncelo, República Tcheca) e Jitka Hosprová (viola/República Tcheca).

“Dentre os artistas convidados que se apresentaram com a Orquestra Opus estão Ana Carolinal, Milton Nascimento, Daniela Mercury, Leo Jaime entre outros grandes nomes do cenário musical.”

“A partir do lançamento do CD “Orquestrando Brasil”, a Orquestra Opus foi convidada a apresentar-se fora do país, alcançando projeção internacional.”

Leonardo Cunha é mestre em Música e bacharel em Violino pela Escola de Música da UFMG.

 O seu currículo é ilustrado pela constante participação entre a música erudita, onde participa como solista e regente de orquestras e corais, e a música popular onde atua tocando, fazendo arranjos, gravando, regendo, dirigindo e produzindo diversos artistas, o que lhe rendeu uma indicação ao Prêmio da Música Brasileira 2008.

Produziu e fez direção musical de várias peças teatrais, e compôs e arranjou canções para espetáculos, encontros e festivais em Minas Gerais.

Entre os artistas com quem atuou, podemos citar: Hermeto Pascoal, Toninho Horta, Roberto Menescal, Emílio Santiago, Leila Pinheiro, Danilo Caymi, Derico Sciotti, Wanda Sá, Celso Adolfo, entre outros.

Em 2008 lançou um livro de arranjos de música brasileira para coral, intitulado “MPB a Quatro Vozes”, que já está sendo utilizado por vários corais no Brasil e no exterior.

 

Em Junho de 2011, foi convidado a reger a Orquestra Sinfônica Collegium Musicum de Potsdam, na Alemanha, num concerto com músicas brasileiras.

Atualmente é o maestro titular da Orquestra de Câmara OPUS, da Orquestra Sinfônica de Nova Lima e do Coral da AABB/BH.

“” ”  

Maestro Leonardo Cunha

“participa como solista e regente de orquestras e corais, e a música popular onde atua tocando, fazendo arranjos, gravando, regendo, dirigindo e produzindo diversos artistas”